Search
Close this search box.

Pública participa da instalação da Comissão de Direitos e Democracia do “Conselhão”

O presidente da Pública no Distrito Federal (DF), Vilson Romero participou, nesta terça-feira (22/8), da instalação da Comissão de Direitos e Democracia do Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável (CDESS), também conhecido como “Conselhão”, realizada no Ministério da Justiça.

O intuito da Comissão, coordenada pelo ministro da Secretaria de Relações Institucionais (SRI), Alexandre Padilha e composta por membros inscritos do CDESS, é estabelecer um espaço de diálogo permanente entre o Conselho e o governo sobre as políticas e ações governamentais relacionadas ao tema.

Na oportunidade, Alexandre Padilha destacou a importância da participação da sociedade civil nas discussões. “Não é possível pensar um projeto de desenvolvimento econômico, social e sustentável para nosso país, sem afirmarmos a democracia, nossas instituições e um profundo debate com a sociedade civil”, disse.

Foto: O presidente Vilson Romero e o ministro Flávio Dino. 

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, reafirmou o compromisso do Ministério, que será representado na Comissão pelo secretário nacional de justiça, Augusto de Arruda Botelho.

Foto: Romero com o ministro dos Direitos Humanos, Silvio Almeida. 

O encontro também contou com a participação do ministro dos Direitos Humanos e Cidadania, Silvio Almeida. “Estamos em um momento histórico em que vamos ter que tomar algumas decisões e as que nós tomarmos agora vão refletir sobre a vida de todas as pessoas que virão depois de nós. Queiramos ou não assumir esse fardo, ele nos foi posto e teremos que nos mostrar dignos de carregar e de abrir portas”, declarou.

Romero destacou “a importância desses colegiados e interlocução com a sociedade, permitindo a formulação de propostas e apresentação de demandas de políticas públicas no atendimento à sociedade”.

No início de julho, a Secretária-Executiva do CDESS havia aprovado a criação de cinco Comissões Temáticas (CTs) de e 16 Grupos de Trabalho (GTs). As comissões se dividem em:

-Assuntos Econômicos

-Combate às Desigualdades

-Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

-Direitos e Democracia

-Transformação Digital

Já os 16 grupos de trabalho definidos foram: Transição Energética, Amazônia, Crédito e Investimento, Restauração de Áreas Degradadas, Complexo Industrial da Saúde, Mobilidade Urbana, Primeira Infância, Periferias, Economia circular, Economia criativa, Combate à Fome, Substâncias Psicoativas, Determinantes Sociais da Saúde, Inclusão Produtiva, Políticas de Reparação e Política Tecnológica, neoindustrialização e sustentabilidade para a economia do futuro.

Comunicação/Cal/Pública/2023 

Compartilhe essa notícia
Últimas notícias da categoria:
Criação do INPSU – Instituto Nacional do Regime Próprio de Previdência Social da União
28 de setembro de 2023
Senado vai contra STF e aprova marco temporal para demarcações de terras indígenas
28 de setembro de 2023
É Plano de Carreira ou greve! Servidores do meio ambiente aprovam paralisação geral dia 28/9
26 de setembro de 2023
Filie-se

Traga sua entidade para a Pública

Faça parte da Central dedicada exclusivamente ao Serviço Público.

A filiação à Pública garante participação em um grupo forte, coeso, que compartilha dos mesmos ideais e objetivos em uma rede de proteção dos serviços públicos e dos servidores brasileiros.

Inscreva-se em nossa

Newsletter

Receba nosso conteúdo informativo diretamente em seu e-mail